Autorias: Estereótipos

Caminhei por um longo corredor, carpete vermelho como sangue, quadros decorando as longas paredes e ali, bem ali no fim encontrei um homem no espelho.Uma figura determinada e fascinante, com uma força de encher o peito.

Encontrei um homem no espelho, observei seus olhos profundos.Ele possui feições petrificadas, como um bloqueio de um interior vazio. Mas é como se o vazio não o incomodasse. 

Ele não possui estereótipos, existe algo intrigante. Não pode ser simplesmente definido. Percebi nele uma tristeza e solidão, que não é capaz de feri-lo. O que aconteceu para tais mudanças?  Isto é amadurecimento?

A caminhada pelo corredor é árdua e dolorosa, e o tornou irreconhecível. A vida o reinventou, construiu este homem que vejo no espelho.

Filipe Araujo.

Anúncios

Autorias: O que vi em você?

tumblr_mcb8jy8WJT1qb5t88o1_r1_500

Em você vi um sorriso contagiante ao qual passaria a minha vida observando. Vi em você olhos profundos, capazes de revelar sua alma através deles. Eu vi em você uma pinta no pescoço, uma emoção com gestos tão bobos, talentos ao qual você se sente insegura. Em você vi um lado forte e outro totalmente vulnerável, vi que ao ler você franze a testa, que ao ficar nervosa levanta a sobrancelha esquerda.

Vi em você um perfeccionismo extremo, uma vontade enorme de ajudar as pessoas ao seu redor. Em você vi um jeito formal quando esta em publico, atrapalhada quando esta entre amigos, a forma desengonçada de mover os talheres e a bagunça que deixa o quarto quando vai se vestir. Vi um jeito estranho de controlar o bocejo e que não consegue fazer um coque no cabelo.

Quer saber o que vim em você? Vi em você erros e acertos, qualidades e vários defeitos. Vi o que ninguém nunca viu, vi o que os outros não repararam. Em você vi o que é invisível para muitos. Vi em você uma vida, ao qual quero fazer parte.

Filipe Araujo.

Autorias: Sanidade.

tumblr_m32z07OE1R1qb38x9o1_500

É egoísmo dizer que o meu remédio vem da mesma fonte que causou a dor? É certo precisar da lucidez de quem me tornou insano? É normal perseguir alguém que colidiu seu mundo? Não me preocupo com o senso comum, o problema é este pedaço de mim que pertence a você. E quem me dera se este pedaço não fosse meu coração.

A tragédia é saber que encontro paz em toda guerra, se eu estiver ao seu lado. Tenho uma ânsia de deixar meus olhos penetrarem nos seus. Sim, estou fora de controle. Meu sangue ferve, minha mente rodopia, o tic-tac do relógio acelera os batimentos cardíacos e o chão desaparece. Ao te ver distante sinto o apocalipse dentro de mim.

Por que me sinto assim se sei o fim desta história? Este amor será minha destruição? O meu fim? Preciso reparar todos estes danos colaterais. Necessito de uma reabilitação, estou entrando em um verdadeiro colapso. Tudo o que quero agora é um triz de sanidade. 

Filipe Araujo. 

Autorias: Guerreiro.

tumblr_mrodwdQ2ww1r9s1xbo1_500

Ao acordar, existe um pequeno segundo ao qual não pensamos em nada, apenas nos sentimos anestesiados. Ficamos imóveis e imunes enquanto encaramos o vazio. E em muitos dos meus dias este foi meu único momento feliz.

Com o passar do tempo aprendi a enfrentar os 86.399 segundos que ainda viriam. Depois de piscar os olhos várias vezes, revisto-me com a pesada armadura, retomo meu escudo e reergo minha espada para guerrear incondicionalmente.

Sobreviver em lutas diárias me tornou uma pessoa diferente, não posso negar isso. Os 1.440 minutos requer batalhas ao qual não mais recuo.  Cansei de me proteger, agora preciso me defender.

A vida é um enorme campo de batalha onde estamos 24 horas com sujeitas derrotas. São dias após dias que aprendi a ser um guerreiro, onde me tornei forte. Porque a vida nunca te dará flores, então me preparei para todos os espinhos.

Filipe Araujo.

Autorias: Âncora.

tumblr_m6f051LFTx1r251tno1_500

Para onde foi minha sanidade? Não estou cauteloso perante minhas fraquezas. A claridade arde meus olhos que se acostumaram com a escuridão. E no lado mais sombrio e escuro da minha alma, tranquei todos os meus sentimentos. E joguei as chaves no oceano.

Porém, ao te ver pela primeira vez senti minha humanidade revirando-se dentro de mim, uma âncora que me puxa para o fundo do mar. E acabei mexendo em minhas feridas do velho baú sujo, desorganizei rancores, mágoas e medos.

Faz muito tempo que não sinto esta bagunça em mim. Você despertou uma dúvida à qual não sei se devo arriscar. Não só quebraram meu coração, mais também minha confiança.

Estou me sufocando nesta indecisão. Eu penso no perigo e sempre fico em alerta. A serenidade me faz ser cuidadoso, mas em todo momento sinto a vontade de mergulhar na água fria, retomar as chaves e me render.

Filipe Araujo.   

Autorias: Chuva e fogo.

tumblr_mtphd6Bfnd1rzxgwuo1_500

O vento frio sopra forte e tudo o que faço é tentar controlar o equilíbrio, pois tenho experimentado frequentemente a dor do desabamento . E por um bom tempo tenho andado por todos os lados carregando arrependimentos pelos meus ombros. Não há muitas coisas no meu caminho, alem de pedras e espinhos. Vejo as horas passando devagar e desde daquele dia o sol não mais nasceu.

Tenho sobrevivido por longos dias ensolarados. Tenho enfrentado solitariamente o árduo presente e desde sua partida venho tentando concertar este coração quebrado.

E como um soldado desprotegido caminho contra balas disparadas, horas de chuva e fogo. E estas noites de inverno vai libertando os pensamentos em minha mente. E o relógio gira seus ponteiros enquanto estou tentando suportar.

Meu corpo esta doendo, as luzes se apagando e o tempo se esgotando. Então continuo lutando contra minhas lembranças sem me render. Porque tudo o que queria era ouvir sua voz, sentir seu sorriso e o calor do seu abraço. Só que agora recolho minhas lembranças despedaçadas no chão e vou andando e tentando.

Filipe Araujo.