Filmes: Halloween

tumblr_ladqp7rjIF1qav39lo1_500_large

Bom, hoje é uma data muito comemorada em vários países. No Brasil não temos esta tradição, o que realmente triste porque é meu dia mais divertido do ano, mas como tenho sangue americano sempre na noite de Halloween assisto filmes do gênero. Então resolvi fazer um especial aqui no blog para vocês:

1- Pânico 

O filme de 1996 é o maior clássico do terror. O filme conta a história da fanática por filmes de terror, Sidney, que é perseguida juntamente com seus amigos pelo assassino mascarado e também possui um lado cômico. O filme também ganhou mais 3 sequências pelo enorme sucesso.

2- Halloween – A noite do terror

O filme de 1978 é um dos percursores do conhecido “slasher movies”, filmes sobre assassinos psicopatas que matam suas vítimas com objetos (facas,  lâminas, serras elétricas, etc). O filme gerou 7 sequências pelo grande sucesso que fez. Se trata de um homem que escapou do sanatório e retornou mascarado para sua cidade para retornar com seus crimes.

3- O Exorcista

Na época do lançamento o filme causou um grande choque, tanto pela história como pelos efeitos visuais. Nunca no cinema houve um tema tão perturbador. As grandes críticas fizeram o filme ser discutido e ganhar uma grande repercussão. O filme se tornou a segunda maior bilheteria de um filme de terror de todos os tempos, atras apenas do filme “O sexto sentido”.

4- Sexta-feira 13

O lendário vilão mascarado, Jason, consagrou um trama atual nas histórias de terror: um grupo de amigos que procuram diversão e acaba sendo perseguidos por um psicopata. O filme não possuiu muitos lucros, foi só mais tarde que conseguiu milhares de fãs e ganhou dezenas de versões.

5- Carrie, a estranha.

O filme é um dos raros do gênero a receber duas indicações ao Oscar. Carrie é uma menina maltratada, ingênua que com o tempo consegue desenvolver o poder de mover objetos. Ela põe seus poderes em ação durante o famoso e sangrento baile de formatura. O filme é bem dirigido e aterrorizante. Neste ano ele ganhará uma nova versão.

6- Brinquedo assassino

Com um tema bastante polêmico, que poderia incitar violência a crianças, o filme é um grande marco em toda a história do terror. Cada polêmica fez o sucesso do filme crescer cada vez mais. O filme ganhou várias versões dentro do gênero e até comédias. Como não ter medo do Chucky?

7- A noite dos mortos-vivos

Minha família sempre falava deste filme. E posso garantir que é um dos melhores do terror que consagrou o diretor como especialista em filmes de zumbis.

8- A hora do pesadelo

A história do filme é bem diferente e sai muito da mesmice. Conta a história de um assassino que foi queimado pelos moradores de uma cidade que retorna nos sonhos desta pessoas para se vingar. E o mais importante é que o filme lançou o incrível ator Johnny Depp nos cinemas. Este filme com certeza criará alguns pesadelos e todos precisamos dormir.

9- Pânico na floresta

O filme é uma verdadeira chacina. Um acidente acontece no meio a estrada e seis jovens ficam perdidos na floresta. Houve uma confusão na tradução dos títulos no Brasil, o primeiro é chamado de “Pânico na floresta” mas depois de um tempo saiu outro filme sem ligação nenhuma com a franquia e mesmo assim foi nomeada de “Pânico na floresta 2” (vai saber o porque né?). Quando saiu o segundo filme da franquia nomearam de “Floresta do mal” para não confundir mais ainda os telespectadores. O terceiro filme foi nomeado de “Floresta do Mal: Caminho da morte” Então não se confundam!

10- Atividade Paranormal

Para concluir a lista de filmes, não podia faltar um dos maiores fenômenos do terror na atualidade. O formato do filme é igual ao do filme “A bruxa de Blair” (que também recomendo) que utilizam a filmagem pelos próprios personagens, com a impressão de imagens caseiras e com movimentos. O filme já está entrando na sua 5° sequência.

Coloquei as versões originais, mas podem procurar pelas sequências e adaptações.

Então espero que gostem dos filmes e feliz Halloween,

Doces ou travessuras?

F. 

Anúncios

Filmes: Querido John.

tumblr_static_querido_john_2010_f_006

“Finalmente compreendi o que o verdadeiro amor realmente significa (…) O amor significava pensar mais na felicidade da outra pessoa do que na própria, não importa quão dolorosa seja sua escolha.”

O filme Querido John (titulo original Dear John) é uma adaptação do livro best seller de mesmo nome escrito pelo incrível Nicholas Sparks. A história é um amor intenso de verão, e o verão não dura para sempre. Mesmo sabendo das existentes possibilidades de nada dar certo e da grande distância, eles tentam ao máximo ficar junto, mas vários fatos irão atrapalhar esta luta.

Sinopse: John Tyree é um jovem soldado que está em casa, licenciado. Um dia ele conhece Savannah Curtis, uma universitária idealista em férias, por quem se apaixona. Eles iniciam um relacionamento, só que logo John precisará retornar ao trabalho. Dentro de um ano ele terminará o serviço militar, quando poderão enfim ficar juntos. Neste período eles trocam diversas cartas, onde cada um conta o que lhe acontece a cada dia.

tumblr_l7x1y4ZgZl1qcu2a2o1_500_large

“A vida não é justa. Mas também aprendi que é possível seguir em frente, não importa quanto pareça impossível. Com o tempo, a dor… diminui. Pode ser que não desapareça completamente, mas depois de um tempo não é massacrante.”

O filme é estrelado pela maravilhosa e talentosa Amanda Seyfried (minha atriz favorita) que interpreta a personagem Savannah e pelo ator Channing Tatum, um dos atores mais disputados do momento que da vida ao John.

As histórias do Nicholas Sparks, por mais que a maioria discorde, são histórias de amor e de dor. E em Querido John temos estes dois termos. Não é uma história chata e boba de amor, é uma história de um amor verdadeiro. E é um típico romance dos EUA, já que John serve ao exercito e o maior contato dos dois são por cartas. Realmente sou apaixonado pela adaptação!

Aviso: Nicholas Sparks é o maior dramático de todos os tempos (um dia chego lá!), ele retirará lágrimas de seus olhos e o final não será como você queria.

Curiosidades: 

  • O personagem Alan foi inspirado no filho do roteirista Nicholas Sparks, que sofre da Síndrome de Asperger, uma forma de autismo.
  • Foi o filme que retirou Avatar (2009) da liderança das bilheterias americanas, posto que ocupava já há sete semanas.
  • A bandeira sueca pode ser vista tremulando sobre o acampamento de John no Afeganistão. Essa é uma homenagem do diretor Lasse Hallström a sua terra natal.
  • Do mesmo diretor do filme “Sempre ao Seu Lado”.
  • O ator Henry Thomas (o garotinho do clássico E.T. – O Extra terrestre) está no papel de Tim.
  • A atriz Amanda Seyfried participa da trilha sonora do filme pela sua épica personagem no premiado “Mamma Mia”.

137809313_large

“Não faço ideia de onde está no mundo, John. Mas sei que perdi o direito de saber há muito tempo. Não importa quantos anos se passem, sei que uma coisa continuará verdadeira como sempre: nos vemos em breve.”

Só tenho elogios ao filme, conseguiu atender as expectativas e não decepcionou o livro (apesar do final ser alternativo). Além da incrível química e excelente atuação dos protagonistas, também é destaque a atuação do ator Richard Jenkins que interpretou o pai de John.

A trilha sonora é muito boa e conta com uma música da Amanda Seyfried, que é tema do filme e teve direito a uma cena com ela cantando:

Gostou? Então assista o filme clicando aqui!

Então é isso!

Com muito amor,

John.

ops! F.

Filmes: Antes que termine o dia.

tumblr_lezvcvuGG81qf6hpy

“Ian, a morte não coloca fim ao amor.”

Bom, para o primeiro post de filmes decidi compartilhar com vocês o meu filme preferido: Antes que termine o dia (original: If only). Se trata de um drama romântico estrelado pela magnifica, esplêndida, lindíssima, sensacional e indicada ao Globo de Ouro em 2011, a atriz e cantora Jennifer Love Hewitt (uma das minhas atrizes favoritas, e sim, ela faz a série “The Client List”) e o excelente ator de drama, o britânico Paul Nicholls que juntos dão vida respectivamente ao casal Samantha AndrewsIan Wyndham.

Sam é uma talentosa garota apaixonada por Ian, um jovem rapaz preocupado com o futuro e que  possui muita dificuldade de demonstrar o que sente e o quanto sua amada é importante em sua vida. No inicio acontecem vários eventos, desentendimentos, brigas e  termina com um grave acidente que resulta: A morte da Sam.

Ian fica totalmente devastado com acontecimento, mas no outro dia ele percebe que sua namorada ainda está seu lado e que ganhou mais uma oportunidade, porém os eventos do dia anterior estão se repetindo e ele faz de tudo para que o fim seja diferente.

“Enquanto Samantha busca demonstrar seu amor a todo momento, Ian procura voltar sua atenção para a carreira e os amigos. Após um dia em que tudo deu errado, eles terminam o namoro. Entretanto um acidente faz com que a vida deles mude de rumo. No dia seguinte Ian percebe que acordou novamente no dia anterior, tendo a chance de refazer tudo o que tinha feito antes, só que agora da forma correta.”

A história é totalmente comovente e não tem como assistir sem chorar (assisti milhares de vezes e sempre tem o mesmo efeito). É o tipo de ficção que podemos relacionar com a realidade e tirar várias lições. Ian realiza vários desejos, sonhos e ama Sam de uma forma encantadora.

208869_436481533051895_2140514295_n

“A única coisa que podemos controlar, são nossas escolhas.”

Apesar de não ser um filme muito conhecido, ele é fenomenal e um dos melhores do gênero. As músicas, as pitadas de humor, a produção, elenco, tudo é extremamente bem feito.

Curiosidades:

A atriz e cantora Jennifer Love Hewitt protagonista do filme, também o produz. Ela foi escolhida para viver a épica personagem “Allie Hamilton” em “Diário de uma paixão” (adaptação do best seller do Nicholas Sparks), mas recusou para estrelar o filme.

Veja abaixo duas músicas (com tradução) interpretadas pela personagem Sam (Jennifer Love) no filme:

Assista o filme no vídeo abaixo:

Titulo: Antes que termine o dia
Titulo original: If only
Direção: Gil Junger
Gênero: Comédia Romântica
Duração: 92 minutos
Distribuidora: Imagens Filmes
Ano: 2002

Uma nota para este filme? Infinito vezes infinito.

Ate mais,

F.